Atende crianças?

Quando me perguntam se atendo crianças, sorrio e pergunto qual é o problema que identificam na criança.

O que adulto reconhece na criança é uma rejeição própria em reconhecer-se em espellho e disponibilizar-se em fazer uma valente introspeção.

A criança só adquire consciência quando começa a dizer "Eu", até essa altura mistura-se com o ambiente onde vive, sem distinguir o que é dela e o que é dos outros, tal como os primitivos, imitam tudo o que se passa à sua volta, sem questionarem.

Curioso é que quando os pais indicam “o problema”, desafio-os reflexivelmente e facilmente se apercebem que “o problema” é deles. É responsabilidade dos pais terem consciência das suas próprias constelações familiares, para que possam alterar padrões mentais e comportamentais, que tipicamente são geracionais. Ao alterarem os comportamentos, os problemas que identificaram nos filhos, deixam de existir e mais importante ainda, libertam os seus descendentes de paradigmas familiares limitantes e/ou boicotadores.

 

 


Partilhar: